8 de janeiro de 2010

69 - Substituir o champô habitual por outro natural e biológico


Fui ao Jumbo, tal como tinha dito quando comprei o detergente para a roupa biológico, procurar os produtos de limpeza amigos do ambiente da marca Auchan.

Como não estou habituada a este hipermercado e não sei o sítio das coisas (e também porque agora o faço em todos os sítios onde vou) ia em passo de passeio à "coca" de produtos "verdes".

Descobri, por exemplo, que a serradura para gatos da Prop'chat custa aqui 4,99€. No Continente custa 7,35€!!! Terá sido engano? Ou tem a ver com o facto do Jumbo pertencer ao grupo Auchan, francês e a serradura também ser francesa?... Sou bastante leiga nestes assuntos económicos mas uma diferença de preço tão grande parece-me escandalosa.

Bom, depois disto, tornei-me realmente "fã" do Jumbo ao passar no corredor dos produtos de higiene. Tem uma linha de produtos de higiene pessoal amiga do ambiente, de uma marca espanhola, a naetura Organics, certificada pela Ecocert. Têm tónico, óleo vegetal, champô e gel de banho... Na verdade fiquei tão entusiamada com os champôs que nem vi bem os outros produtos.



O que comprei (também serve como gel de banho) é para tratamento do couro cabeludo (ouro sobre azul para mim): não tem nenhum ingrediente de origem animal, nem derivado de petróleo, 100% dos ingredientes são de origem natural, sendo 14% provenientes de agricultura orgânica. E claro, é certificado. Ah! E a embalagem é em PET "do mais reciclável" e 1% das vendas é destinado a uma ONG na Índia. Atrevo-me a dizer que melhor só se fosse português (ou feito em casa, mas champô ainda não aprendi a fazer). Uma embalagem de 500ml custa 9€, o que está dentro do preço médio dos outros champôs. Atenção que a maior parte dos champôs vêm em embalagens de 250/300ml.

Já o experimentei e gostei. O cheiro à árvore do chá (já o conhecia de produtos da Bodyshop) é agradável, não faz muita espuma - o que é bom sinal - e embora não tenha resolvido imediatamente (óbvio!) o problema do meu couro cabeludo, não o piorou (ao contrário de outros châmpos ditos de tratamento). E o cabelo ficou bonito e sedoso, como dizem nos anúncios.

(e, no Jumbo, fiquei sem tempo para procurar os tais produtos de limpeza ecológicos. Tenho que lá voltar...)

42 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar dos detergentes ecológicos do Jumbo, mas não dos de higiene pessoal. O chato é que não tenho Jumbo aqui por perto. Parece que vão fazer um na zona, mas deve demorar. Tenho alguma dificuldade em arranjar um champô que não me faça comichão no couro cabeludo. Agora uso uns da Avon e gosto, mas a lista de ingredientes é um bocado assustadora.
    Já agora, li que as nozes de saponária dão para usar como champô e sabonetes. Se forem eficazes era óptimo! lua_do_meio_dia*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe mas esse champo e td menos ecologico ou natural pk contem um dos ingredientes mais cancerigenos.pesquise bm a sua composicao.

      Eliminar
  2. É o meu problema, o meu couro cabeludo fica irritado, seco e dá uma comichão!!!
    A Sylvia, que ensina a fazer os produtos naturais, é que me pôs de sobreaviso e disse que provavelmente a reacção é devido aos químicos dos champôs. E parece que é verdade porque tem abrandado com o da Naetura.
    Enquanto não tens um Jumbo procura numa ervanária ou loja de produtos naturais. São é um bocadinho mais caros...
    Também ando a investigar as nozes de saponária. Se tiveres mais informação, diz, está bem?

    ResponderEliminar
  3. Olá Ema,
    só descobri o teu blogue hoje, no Facebook. Também eu fiquei fã do livro da Vanessa e resolvi também criar um blogue sobre este tema, se bem que não com as mesmas características. Esta semana é a semana sem impacto do No Impact Man, aka Colin Beavan, e estou a relatar a minha humilde experiência aqui: http://maisumprojectoverde.wordpress.com/

    Quanto aos shampôs biológicos, eu já uso um, que comprei no Celeiro, assim como sabonete, desodorizante, batom do cieiro e pasta de dentes, tudo natural, sem alumínio nem parabeno e, muito importante para mim, não testado em animais. Na verdade, nunca me passaria pela cabeça ir ao jumbo à procura de coisas ecológicas, penso sempre no Celeiro ou em lojas ecológicas online. Mas a verdade é que é possível encontrar detergentes amigos do ambiente e desodorizantes sem alumínio, se procurares bem.

    Quando a teres desligado o aquecedor, os meus parabéns! Eu ainda não consigo. Não com este frio!!! :(

    ResponderEliminar
  4. Sim, já se consegue encontrar produtos amigos do ambiente com relativa facilidade. Mas acho que é de louvar o facto de os podermos encontrar nos sítios onde a grande parte da população faz as suas compras.
    Os produtos da Naetura não são testados em animais.
    Vou acompanhar o teu projecto, boa sorte!
    Ah, e não desliguei o aquecedor! Baixei a temperatura...

    ResponderEliminar
  5. Sugestão barata e ecológica: substituir o champô por sabão! Sim, o velhinho sabão rosa! Faz menos espuma (deixa de ser necessária tanta água para retirar a espuma do cabelo), não seca tanto o cabelo como os champôs, tem menos embalagem e ainda tem a vantagem de proteger couros cabeludos sensíveis! Desde que experimentei, deixei os champôs, mesmo os ditos "ecológicos".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quando criança lavavam o meu cabelo com sabão de coco.

      Eliminar
    2. Eu quando criança lavavam o meu cabelo com sabão de coco.

      Eliminar
  6. obrigada, "mil folhas", vou experimentar.
    Apesar do meu cabelo ser oleoso, o couro cabeludo é seco...

    ResponderEliminar
  7. Olá Ema

    Pois eu fiz uma coisa ainda mais radical... como tenho o cabelo muito encaracolado e encontrei referências na internet de que é possível tratar e limpar o cabelo SEM champô... decidi experimentar. E tem estado a correr bem :)

    ResponderEliminar
  8. Olá!

    Então como é que fazes?
    Será que resulta no meu cabelo oleoso e couro cabeludo seco?...
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  9. Olá Ema,
    Deixei há meses de usar champô, amaciador (e olha que o meu cabelo é comprido e encaracolado), sabonete especial para o rosto, e até os sabonetes vulgares para as mãos.
    Substituí-os todos pelo sabão Abegoa (www.abegoa.com). É um sabão orgânico feito de azeite e... mais nada! :-)
    É feito por uma família alentejana, perto de Marvão. Estou tão contente com este sabão que falo nele a toda a gente e até ofereci como prendas de Natal.

    Quanto ao comentário da (do?) cmendes, refere-se ao movimento sem champô (o "No 'Poo Movement"). A ideia é mais deixar que o couro cabeludo aos poucos encontre o seu equilíbrio de gordura etc, isto é, se lavares com algum detergente (mesmo natural) estás a retirar a gordura protectora e a forçar o couro cabeludo a criar mais (e mais) para compensar num ciclo vicioso ... a ideia é chegar ao ponto em que basta agua para manter o cabelo saudável e limpo.
    Podes ver mais aqui, por exemplo: http://www.instructables.com/id/How-to-Go-No-Poo/

    Os meus sinceros parabéns pela iniciativa deste blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla

      Dá uma vista de olhos pela página dos nossos sabões artesanais 100% naturais, a base é azeite extra virgem. São extremamente hidratantes e completamente biodegradáveis

      https://www.facebook.com/pages/Justnaturalsoaps/405378696236092?ref=hl

      Cá em casa só usamos sabão natural, com o sabonete exclusivamente à base de azeite podemos fazer um shampoo muito suave que trata as irritações do couro cabeludo e pode ser usado por crianças.

      Qualquer dúvida contacta. justnaturalsoaps@gmail.com

      Cristina

      Eliminar
  10. Obrigada Carla, pelas tuas explicações e carinho!
    Não sei se um sabonete de azeite é o melhor para o meu cabelo liso e oleoso, mas gostava de experimentar esse sabonete. Compras pela net? É que no site não encontrei pontos de revenda...
    A ideia de usar bicarbonato de sódio para limpar o couro cabeludo parece-me interessante. Vou perguntar à "minha" perita em produtos naturais, a Sylvia.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei decepcionada, quando cheguei ao site abegoa.com e vejo que a língua principal do site é a inglesa e não existe possibilidade de traduzir, no próprio site, para a nossa língua. Afinal eles vendem só para os ingleses ou gostariam de ter mais prospecção nacional? É triste.

      P.s.: Gosto muito do teu blog, já o acompanho há coisa de dois meses e também pretendo ter uma maior consciencialização ambiental, mas é algo bastante difícil de se conseguir, principalmente quando dependemos de mais pessoas para isso. Mas aos poucos, tudo se faz. :)

      Eliminar
    2. Realmente, és pena! Porque não escrever-lhe a dizer isso mesmo?
      Obrigada pela atenção, tudo em que eu puder ajudar, é só dizeres!

      Eliminar
  11. ola,
    com muita pena minha,informo que o jumbo vai deixar de ter produtos Naetura.Era o unico gel que nao me fazia alergia. Uma funcionaria do jumbo disse-me que a unica hipotese era encomendar pela net.
    Obrigada pelas vossas dicas.
    CM

    ResponderEliminar
  12. É verdade, CM, também descobri isso na semana passada... Vou escrever uma carta aos responsáveis a tentar sensibilizá-los para este "nicho" do mercado. Em breve partilho aqui a carta.

    ResponderEliminar
  13. Apensar de não possui um espírito tão amigo do ambiente preocupo-me bastante com estes aspectos, e isso despertou-me a atenção para este assunto. Além disso interesso-me por produtos de higiene e por isso criei um blog sobre o assunto, o TudoSobreChampô. Seria óptimo saber quais os produtos amigos do ambiente que existem para tratar os diversos tipos de cabelo.

    Agradeço antecipadamente a visita!

    ResponderEliminar
  14. Boa noite, descobri há pouco tempo este blog, através da página do FB, mas devo dizer que estou a adorar. Muitos parabéns pela iniciativa! Já segui alguns conselhos e comprei o champô Naetura, mais um óleo de coco da mesma marca e um creme da Floressance. Ontem consolei-me no Jumbo a comprar estas coisas! Fiquei triste por saber que vai deixar de ter...de facto notei que tinham muito poucas embalagens e já com algum pó...Bem, mas decidi escrever porque há dois produtos que me preocupam bastante: pasta dos dentes e desodorizante! Há alguma marca aconselhada, que siga os mesmos princípios das referidas acima? Eu gostava de poder comprar numa loja, mas se for preciso encomendar pela net também dá...Peço desculpa se já em algum sitio no blog estes produtos foram abordados, mas andei à procura e não encontrei...
    Obrigada!
    Susana

    ResponderEliminar
  15. Olá Susana! Bem vinda e obrigada pelo teu entusiasmo!
    Na verdade já escrevi tanto sobre desodorizante (http://365coisasquepossofazer.blogspot.com/2009/12/optar-por-um-desodorizante-natural.html) como sobre pasta de dentes (http://365coisasquepossofazer.blogspot.com/2009/11/passar-usar-pasta-de-dentes-natural.html), mas como estava tudo na etiqueta "na casa de banho" estava difícil de encontrar. Assim criei uma nova etiqueta "higiene e beleza" para ficar mais fácil. Obrigada pela chamada de atenção (ainda que inconsciente...)!
    Espero que os posts ajudem, se for preciso mais alguma coisa, diz, está bem?
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  16. Obrigada Ema:) E desculpa, creio que não procurei o suficiente! Já agora, tens alguma opinião sobre a marca dr.organic que vendem no Celeiro? Hoje fui lá e comprei umas coisas, estive a ver os ingredientes e não me pareceram mal, mas não tenho assim tanto conhecimento...Obrigada e bom fim-de-semana também!

    ResponderEliminar
  17. Não, Susana, as etiquetas é que não estavam muito claras, já tinha reparado nisso...
    Conheço de nome, mas nunca vi um produto da marca ao vivo (tenho que ir fazer uma visita ao Celeiro...).
    Podes usar os sites que "explicam" os ingredientes:
    http://www.cosmeticsdatabase.com/
    http://www.gina.antczak.btinternet.co.uk/CU/ING.HTM
    estes, por exemplo, têm-me sido muito úteis!
    Boas pesquisas!

    ResponderEliminar
  18. Boa noite Ema!!!
    Fiquei a conhecer o seu blog hoje e já estou completamente viciada!!! =D
    Infelizmente também estou com o mesmo problema que menciona, tenho bastante comichão no couro cabeludo e ainda não encontrei uma solução para este problema... já tentei vários champôs recomendados por farmacêuticos e continuo com o mesmo problema...
    Gostava de saber se entretanto conseguiu uma solução?! Se sim qual, sff?! =D

    ResponderEliminar
  19. olá anneke!
    fico muito contente por a saber viciada por estes assuntos!
    Estou muito, mas muito melhor. Nestas coisas é preciso paciência porque foram muitos anos a usar químicos...
    O meu método tem passado por usar apenas champôs naturais. Quando acabou o da Naetura passei para champôs de ervanária. Cheguei a utilizar as nozes de saponária (http://365coisasquepossofazer.blogspot.com/2010/06/usar-nozes-de-saponaria-para-lavar.html) mas como fazem uma longa viagem para cá chegar... não voltei a comprar.
    O último champô que comprei, numa loja "Terra Pura", é da "Faith in Nature".
    Desde que comecei a utilizar champôs mais naturais, deixei de ter comichão (gradualmente) e quase já não tenho escamação.
    Entretanto aprendi a fazer champô, com a Sylvia, e é este que vou passar a usar.
    Ainda não tive coragem para experimentar alguns métodos falados aqui nos comentários, como deixar de lavar o cabelo...
    Espero ter ajudado.

    ResponderEliminar
  20. Bom Dia,

    Descobri este blog ontem e estou a adorar, fiquei entusiasmada com os produtos da abegoa mencionandos mais acima e enviei um mail a perguntar a duração do sabão se for utilizado como champô, isto porque tendo em consideração o preço (7€) achei importante saber a resposta.
    Assim que a souber, partilharei.
    Cumprimentos,

    Gilberta Alves

    ResponderEliminar
  21. sobre o bicarbonato de sódio, não sei se conhecem aquele programa da Sic Mulher, o "Dr. OZ"? Americanices à parte, um dia destes, o sr. sugeriu o bicarbonato de sódio para o tratamento da CASPA!! Apesar de não ter explicado bem como usar, experimetei! No mesmo dia em que fui à procura do Shampôo do Jumbo - e não encontrei... :( - tb. comprei o tal bicarbonato (em versão "condimentos", já que não havia noutro formato). Cá em casa estávamos achacados e experimentamos esfregar uma quantidade nas zonas mais problemáticas com movimentos circulares e com algum vigor. O meu cabelo é mais para o sêco, e o do Vítor, mais oleoso - mas resultou muito bem em ambos!! Acho que à segunda vez, desaparece completamente!
    Maria - Porto

    ResponderEliminar
  22. Obrigada Maria, pela partilha. Parece-me uma boa solução! Vou juntar às minhas dicas.

    ResponderEliminar
  23. Olá!! Andei à procura de produtos de higiene naturais no Jumbo e descobri que agora comercializam a marca Biopha. Ja experimentei o desodorizante, mas têm tambem gel de banho e champô para diversos tipos de cabelo. Vi ainda creme para os pés e loção corporal.

    ResponderEliminar
  24. Estou viciada aqui no blog e já é o segundo post que comento hoje, contudo deixo aqui uma dica para champoos naturais e/ou biologicos.

    A marca chama-se Lush (http://www.lush.pt/) e já existe alguns anos no mercado estrangeiro, chegou a Portugal o ano passado e so à uns meses é que se podem fazer encomendas on-line!

    Neste sentido eu aderi aos Champo solida em barra, que dura dura dura dura mais de 6 meses a lavar dia sim dia nao o cabelo (sim banhinho todos os dias) e nao teem embalagens!

    Eu aconselho vivamente (:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção que os produtos não são de origem biológica/orgânica, por isso contêm químicos e também têm parabenos :(

      Eliminar
  25. fico muito contente, isabel (colega...)!
    conheço bem a lush, sou fã e estava mortinha que chegasse a portugal. mas... apesar de ter muitas coisas boas (e ser melhor que muitos dos produtos convencionais) parece que os ingredientes não são assim tão inócuos... ainda ando a investigar!

    ResponderEliminar
  26. obrigada "anónimo". da próxima vez que lá for vou procurá-los!

    ResponderEliminar
  27. esta marca só é vendida em supermercados jumbo ?

    obrigado .

    ResponderEliminar
  28. Agora nem no Jumbo, Cassie. Pelo menos não no que eu conheço.
    Já experimentei outros, também amigos do ambiente, mas agora estou a testar o bicarbonato de sódio.

    ResponderEliminar
  29. estou a adorar o blog,vim aqui por acaso procurar champo natural.tenho muito cabelo a cair,ja anotei os nomes dos produtos que voces falaram e vou comprar uma dessas marcas.estou preocupada com esta queda acentuada,ja uso tintas naturais ,mas os champos ainda nao.obrigada,e parabens pelo blog.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Paula!
      Também já escrevi um post sobre a queda do cabelo! Pode ver aqui:
      http://365coisasquepossofazer.blogspot.pt/2010/11/encontrar-solucoes-naturais-para.html
      Espero que ajude!

      Eliminar
  30. olá :) conheci este blogue há relativamente pouco tempo, e estou a gostar imenso.

    Dentro do tema, e para quem não conhece, existe uma loja, a ORGANII, que só vende produtos biológicos todos certificados :)
    Há loja no Porto e em Lisboa, pesquisem, pois é uma autentica maravilha :)

    Sílvia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sílvia e bem vinda!!!
      E obrigada também, claro, pela partilha.

      Boa semana!

      Eliminar
  31. Muito boa tarde!
    Opiniões em relação aos shampos da marca Elisa Câmara à venda no Celeiro? Aparentemente é uma marca Portuguesa que produz em Portugal, sem testar o produto final em animais. Alguém já usou? Obrigada! http://elisacamara.pt/

    ResponderEliminar
  32. Olá! Eu própria tenho cada vez mais tentado optar por produtos mais naturais. Uma das minhas experiências mais recentes foi criar um desodorizante a partir de produtos biológicos, sem químicos, bom para o ambiente e para nós. Tenho uma página no Facebook e vou começar a vender em breve a partir de casa, se estiverem interessados dêem uma espreitadela:
    https://www.facebook.com/LittleBlacksmithsNaturalDeo

    ResponderEliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário!
Nem sempre respondo aos comentários, visto este já não ser um blogue activo.
Se precisar de me contactar faça-o através do email awondrousday@gmail.com.
Obrigada e um boas mudanças verdinhas!