a LISTA

...
220 - Ter suculentas como plantas de interior;
219 - Reciclar velas;
218 - Fazer os meus esfoliantes corporais;
217 - Reutilizar borras de café;
216 - Comprar um bicicleta "verde"...;
215 - Usar óleo essencial de lavanda nas queimaduras ao invés dos cremes convencionais;
214 - Recuperar as colheres de pau existentes ao invés de comprar novas;
213 - Evitar comprar artigos em plástico;
212 - Comprar pneus usados;
211 - Fazer pressão, pôr a circular petições e escrever cartas em prol de causas ambientais;
210 - Fazer todos os produtos necessários para a limpeza da casa;
209 - Comprar apenas pilhas recarregáveis;
208 - Encontrar um pano esponja de cozinha "verde"...;
207 - Fazer as minhas máscaras para o cabelo;
206 - Bater as claras (e não só) manualmente;
205 - Deixar o aviso de "Não incomodar" na porta do quarto do hotel;
204 - Aplicar a regra dos 10 (3) segundos;
203 - Fazer a minha mistura de cereais para o pequeno-almoço;
202 - Usar mais o espanador e menos o aspirador;
201 - Procurar soluções caseiras/naturais para tratar o pé-de-atleta;
200 - Trocar livros;
199 - Encontrar um substituto vegetal para o óleo mineral que uso depois do duche;
198 - Beber café numa chávena e não num copo de plástico (mais uma resolução do Zé Manel);
197 - Deixar de ver televisão;
196 - Comprar algodão hidrófilo biológico;
195 - Ter uma horta... na varanda;
194 - Utilizar o computador apenas à noite;
193 - Tratar os escaldões com aloe vera pura;
192 - Encontrar um enchimento amigo do ambiente para os nossos "puffs";
191 - Fazer sementeiras reutilizando materiais;
190 - Não ter um "porquinho mealheiro";
189 - Usar um elixir oral natural;
188 - Fazer velas com óleo de cozinha usado;
187 - Consumir apenas mel biológico;
186 - "if it's yellow let it mellow...";
185 - Encontrar uma nova vida para os collants;
184 - Encontrar soluções naturais para reduzir a queda do cabelo;
183 - Comprar apenas café biológico, do comércio justo e torrado na região;
182 - Confeccionar conservas caseiras;
181 - Encontrar um modo ecológico de afiar facas;
180 - Cortar e picar os alimentos à mão ao invés de o fazer no robot de cozinha;
179 - Limpar com regularidade os sifões e os filtros;
178 - Afofar a terra das minhas plantas;
177 - Comprar uma esfregona "verde";
176 - Aprender a guardar melhor legumes e frutas;
175 - Não comprar queijo fatiado;
174 - Usar um copo menstrual ao invés de tampões;
173 - Correr a cortina do chuveiro para que seque devidamente;
172 - Ter um postura ecológica no cabeleireiro;
171 - Usar uma garrafa térmica com água gelada;
170 - Afugentar os insectos com produtos amigos do ambiente;
169 - Deixar, definitivamente, de tomar banho;
168 - 10 maneiras simples de me sintonizar com a Natureza;
167 - Usar apenas perfumes naturais;
166 - Alinhar a direcção do carro regularmente;
165 - Comprar apenas sal artesanal;
164 - Apagar os emails antigos;
163 - Adoptar um gel de banho natural;
162 - Fazer um vermicompostor;
161 - Aderir à causa Buy Handmade;
160 - Comprar, quando forem mesmo necessários, guardanapos de papel reciclado;
159 - Não comprar café, para a máquina, em pastilhas;
158 - Colocar um peso no autoclismo para controlar as descargas;
157 - Usar nozes de saponária para lavar a roupa (e não só...);
156 - Fazer as minhas próprias máscaras faciais;
155 - Arranjar uma lanterna que funcione sem pilhas;
154 - Comer gelados de cone ao invés de copo;
153 - Comprar cereais a granel;
152 - Encontrar prendas para bébés amigas do ambiente;
151 - Plantar ervas aromáticas na minha varanda;
150 - Pedir para não trazerem uma palhinha com a minha bebida;
149 - Não comprar filmes;
148 - Abdicar do automóvel ao fim-de-semana;
147 - Não deixar telemóveis a carregar durante a noite;
146 - Comprar/semear plantas que necessitem de pouca rega e, de preferência, nativas;
145 - Arranjar um despertador que não necessite de pilhas;
144 - Usar um anti-pulgas natural nas minhas gatas;
143 - Engraxar os sapatos com óleo de coco;
142 - Quando regar as plantas, usar a água dos "pratos" (em excesso) para regar outras plantas;
141 - Plantar Portugal;
140 - Aprender a fazer compostagem caseira;
139 - Ensinar as crianças a respeitar e a amar a Natureza e o meio ambiente;
138 - Usar lápis ao invés de esferográfica, quando tiro apontamentos;
137 - Substituir as lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas;
136 - Usar um anti-traças natural;
135 - Adoptar um detergente da louça amigo do ambiente;
134 - Deixar de usar folha de alumínio para embrulhar alimentos;
133 - Consumir apenas carne da região e biológica (esta também é exclusiva do Zé Manel...);
132 - Reutilizar ou comprar caixas de cartão ao invés de caixas de plástico, para guardar objectos;
131 - Abolir as frigideiras (e outros utensílios de cozinha) antiaderentes;
130 - Comprar apenas chá em folhas avulso;
129 - Usar mais a panela de pressão;
128 - Utilizar um detergente natural para o chão da cozinha e casa de banho;
127 - Procurar e, se necessário, recuperar um móvel usado para a "minha" biblioteca;
126 - Pedir às outras pessoas que façam coisas ecológicas que eu não posso fazer;
125 - Ligar a televisão só depois das 22h;
124 - Dedicar uma parte do dia à aprendizagem de temas ambientais;
123 - Comprar cartolinas recicladas;
122 - Usar uma solução natural para tirar o ruído das dobradiças da porta;
121 - Subir (e descer) as escadas em lugar de ir de elevador;
120 - Deixar de mascar pastilha elástica;
119 - Cozinhar e comer com os mesmos utensílios;
118 - Usar um creme de rosto 100% natural;
117 - Plantar uma árvore por cada livro que comprar;
116 - Não pedir talões nas lojas e reutilizar os que me entregarem;
115 - Comprar uma vassoura "amiga do ambiente";
114 - Substituir os pensos rápidos por gaze;
113 - Deixar de usar o miniaspirador;
112 - Aprender a coser e a remendar a roupa;
111 - Utilizar sacos de lixo biodegradáveis;
110 - Limpar lâmpadas e candeeiros regularmente;
109 - Utilizar o Ecosia como motor de busca;
108 - Fazer o meu disfarce de carnaval apenas reutilizando e reciclando;
107 - Aderir ao bookcrossing e "libertar" livros;
106 - Usar o forno só em ocasiões especiais;
105 - Limpar, periodicamente, o software do meu pc;
104 - Comprar peixe que não esteja na lista vermelha;
103 - Não comprar nenhum produto que tenha mais do que um invólucro;
102 - Procurar, e usar, soluções naturais para tirar nódoas da roupa;
101 - Descongelar os alimentos no frigorífico;
100 - Desligar o fogão, eléctrico, antes do fim da cozedura;
099 - Participar em acções ambientais virtuais;
098 - Abolir os marcadores;
097 - Usar fósforos em vez de isqueiro;
096 - Não comprar frescos nas grandes superfícies;
095 - Quando precisar mesmo de imprimir, usar uma fonte ecológica;
094 - Substituir a lixívia, na roupa branca, por alternativas naturais;
093 - Utilizar apenas um copo por dia;
092 - Colocar "chouriços" nas janelas;
091 - Tirar o cartão da biblioteca;
090 - Baixar a temperatura do cilindro de água quente;
089 - Calafetar as portas;
088 - Trocar termómetro de mercúrio por digital;
087 - Usar menos lâmpadas no candeeiro de tecto da sala;
086 - Conhecer os rótulos de agricultura biológica;
085 - Escovar as minhas gatas com regularidade para evitar o pêlo pela casa;
084 - Tricotar os meus cachecóis e gorros;
083 - Comprar apenas chocolate biológico e proveniente do comércio justo;
082 - Conduzir respeitando os limites de velocidade;
081 - Inscrever-me numa associação ambiental;
080 - Comprar apenas legumes da época e nacionais (de preferência biológicos);
079 - Abolir os post-it;
078 - Germinar sementes e grãos em casa;
077 - Ter, a cada duas semanas, "um dia sem tecnologias";
076 - Optar, no Autocad, pelo fundo negro;
075 - Ter plantas dentro de casa;
074 - Partilhar opções e práticas ambientais através de blogues, grupos e outros meios;
073 - Comprar só uma revista por mês;
072 - Adoptar um detergente para a sanita completamente natural;
071 - Vestir mais uma camisola... e baixar o aquecedor;
070 - Usar a máquina de depilar ao invés das lâminas;
069 - Substituir o champô habitual por outro natural e biológico;
068 - Deixar de usar as toalhas de papel e os secadores de mãos nos sanitários públicos;
067 - Deixar de usar agrafos;
066 - Não usar toalhas de papel ao abastecer o automóvel;
065 - Reduzir o brilho do monitor do computador;
064 - Abolir o verniz das unhas;
063 - Usar uma garrafa térmica para o café e para o chá;
062 - Deixar de fumar em ocasiões sociais (esta é exclusiva do zé manel...);
061 - Usar o Blackle, em vez do Google;
060 - Não gravar música em CD;
059 - Comprar detergente para a roupa biológico;
058 - Ter uma agenda electrónica;
057 - Encher a cafeteira com a quantidade de água estritamente necessária;
056 - Tomar duche com água tépida;
055 - Fazer o prato vegetariano de almoço de Natal só com produtos nacionais e da época;
054 - Juntar cartões a explicar o porquê das prendas “verdes”;
053 - Cortar o cabelo;
052 - Embrulhar as prendas com papel usado e/ou reutilizado;
051 - Não comprar fitas de materiais plásticos;
050 - Deixar de comprar velas de parafina, optar pelas de cera de abelha ou à base de soja;
049 - Aprender a fazer sabonete;
048 - Lavar os dentes com um copo de água;
047 - Usar um batom contra o cieiro natural;
046 - Fazer os cartões de boas festas com materiais amigos do ambiente;
045 - Conhecer os vários rótulos ecológicos;
044 - Tornar mais eficaz a lavagem da louça à mão;
043 - Fazer cartões-de-visita mais pequenos e amigos do ambiente;
042 - Escolher, para oferecer, prendas “verdes”;
041 - Banir toda a espécie de poliestireno expandido;
040 - Optar por um desodorizante natural;
039 - Usar limpa-vidros natural;
038 - Pedir que me ofereçam presentes “amigos do ambiente”;
037 - Desligar a arca congeladora;
036 - Colocar um economizador na torneira da cozinha;
035 - Comprar um aspirador ecológico;
034 - Adoptar papel higiénico reciclado;
033 - Persianas: abrir durante o dia e fechar durante a noite;
032 - Reutilizar e reciclar os enfeites de Natal;
031 - Não comprar árvore de Natal, reutilizar a artificial;
030 - Comprar condimentos a granel;
029 - Comer somente ovos de galinhas do campo;
028 - Deixar de comprar um jornal que vem num saco de plástico e traz 500g de folhetos publicitários;
027 - Ler sempre os rótulos e aprender o significado dos ingredientes;
026 - Deixar de utilizar cotonetes;
025 - Passar a usar um amaciador de roupa biológico;
024 - Comprar serradura para gatos biodegradável;
023 - Lavar a louça com água fria;
022 - Abolir os aerossóis em spray;
021 - Preferir produtos "made in Portugal" - 560;
020 - Deixar de usar pensinhos diários;
019 - Deixar de usar película aderente;
018 - Tomar duche às escuras;
017 - Passar a usar pasta de dentes natural;
016 - Deixar de usar os rolos de adesivo para retirar os pêlos da roupa;
015 - Deixar de consumir bebidas de lata;
014 - Baixar a temperatura do frigorífico para o mínimo;
013 - Abolir a fita adesiva;
012 - Colar o autocolante "publicidade não endereçada, aqui não, obrigado" na caixa do correio;
011 - Acrescentar uma sugestão ecológica à minha assinatura de e-mail;
010 - Abdicar do equipamento de exercício físico eléctrico;
009 - Substituir o wallpaper do computador por um ecrã preto para poupar energia;
008 - Comprar apenas fruta da época e nacional (de preferência biológica);
007 - Apanhar o lixo do chão quando vou pela rua;
006 - Verificar a pressão dos pneus;
005 - Usar a temperatura mais baixa da máquina de lavar roupa;
004 - Inscrever-me na rede freecycle da localidade;
003 - Deixar de beber água engarrafada;
002 - Aderir às facturas electrónicas;
001 - Adoptar toalhas de papel reciclado;

Sugestões referidas pela Vanessa Farquharson e que eu já fazia (e faço...), mesmo antes de iniciar este blog...
... (por questões ambientais):
- Usar sacos de compras reutilizáveis;
- Usar lenços de tecido ao invés de papel;
- Apagar todas as luzes antes de sair de casa;
- Reciclar todas as garrafas de vidro;
- Ter atenção ao consumo de água;
- Reciclar as rolhas das garrafas de vinho;
- Desligar o computador ao fim do dia;
- Reciclar tudo e mais alguma coisa que possa ser reciclado;
- Regar as plantas com a água do banho e de lavar a roupa (é mais com a água de lavar e cozinhar os legumes…);
- Usar panos reutilizáveis para as limpezas domésticas;
- Abdicar de vez dos panos de limpeza descartáveis;
- Imprimir todas as folhas de ambos os lados;
- Instalar um tijolo ou uma garrafa de água dentro do autoclismo (uma garrafa);
- Doar as roupas usadas para as lojas solidárias de artigos em segunda mão;
- Reutilizar os envelopes;
- Usar as toalhas no mínimo cinco vezes antes de as lavar;
- Regar as plantas da varanda à noite;
- Não deitar gorduras pelo ralo do lava-louças (faço a sua reciclagem);
- Tomar duches rápidos;
- Secar a roupa ao ar;
- Aproveitar as meias velhas para trapos de limpeza (e as t-shirts);
- Lavar as mãos, a cara e a louça com água fria.
... (independentemente das razões ecológicas):
- Abdicar do cobertor eléctrico (argh!!!);
- Cortar a embalagem da pasta de dentes para a usar até ao fim;
- Implementar uma política de deixar os sapatos à porta de casa;
- Deixar de usar o ferro para alisar o cabelo (mais liso que o meu é impossível);
- Utilizar uma bomba manual para os pneus;
- Desligar o ar condicionado (bom, na verdade nunca vivi numa casa com ar condicionado, mas realmente não sou grande fã…);
- Partilhar o meu espaço com um companheiro ou um hóspede;
- Utilizar a função de ar seco na máquina de lavar louça ;
- Pedir a opção vegetariana nas refeições servidas a bordo dos aviões (tendo em conta que sou vegetariana…);
- Deixar o cabelo secar ao ar;
- Deixar de usar corrector;
- Passar a roupa a ferro só em ocasiões especiais (devido ao ódio de estimação, partilhado pelo meu namorado, por tal função);
- Deixar de tomar a pílula anticoncepcional;
- Usar incenso em lugar de ambientadores de ar;
- Trabalhar em casa duas vezes por semana;
- Deixar de usar desinfectante para as mãos;
- Recorrer ao método "deitar água e apertar" (para aproveitar até ao fim, o champô, gel de banho, polpa de tomate, …);
- Viajar com pouca bagagem (graças ao meu pai, quando éramos pequenos e aos escuteiros quando tinha que andar 5 dias com a mochila às costas);
- Manter o ar limpo sem ligar o purificador eléctrico (que abomino).

2 comentários:

  1. Ema aqui vai uma coisa que todos podemos facilmente fazer...
    Iogurte caseiro, basta possuir uma garrafa térmica, leite, inoculo(iogurte natural) termómetro e uma fonte de calor. Apenas na primeira vez será necessário adquirir o inoculo, de seguida basta utilizar-mos o iogurte por nós produzido como inoculo. Mais barato, amigo do ambiente (nada de embalagens de iogurtes), e caso tenhamos acesso a leite "caseiro" nem essa embalagem vai parar lá a casa.
    Este link dá umas dicas.

    http://www.wikihow.com/Make-Yogurt

    Continuação de uma belo trabalho :)

    Ricardo Lacerda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ricardo, pela atenção e, claro, pela óptima sugestão.
      Na verdade já fiz iogurte, até me ofereceram uma iogurteira ecológica (reutilização de esferovite). Neste momento estamos a tentar reduzir ao máximo o consumo do pouco leite e derivados que consumimos e estou a experimentar outro tipo de iogurtes, daí ainda não ter falado deste assunto.
      Boa semana!

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário!
Nem sempre respondo aos comentários, visto este já não ser um blogue activo.
Se precisar de me contactar faça-o através do email awondrousday@gmail.com.
Obrigada e um boas mudanças verdinhas!