206 - Bater as claras (e não só) manualmente


Deixem-me começar por vos desejar um óptimo ano (lectivo)!!!


Durante as férias tive oportunidade de experimentar algumas daquelas receitas de sobremesas que vamos guardando para um dia fazer e... vamos adiando e adiando. Como em agosto "ele" foi aniversários, baptizados, almoços de família, festas só porque sim (ainda bem que para compensar também tive muita actividade física), aproveitei para aperfeiçoar os meus dotes de pasteleira.

Foi neste processo que me apercebi que podia poupar alguma energia, água e detergente. Eu sei que é coisa pouca, comparado com, por exemplo, a energia que se poupa desligando a arca congeladora, mas, grão a grão...

Normalmente uso o robot de cozinha para bater os bolos. Ora, quando a receita inclui bater claras em castelo, o processo complica-se um pouco. Se as bato antes, elas "caem" (e a dica de colocar um garfo metálico para impedir que tal aconteça, não funciona, pelo menos não comigo), se deixo este passo para depois, tenho que retirar o que estiver no robot (para outro recipiente), lavá-lo, secá-lo muito bem, para então bater as claras.

Numa das vezes - e devo confessar que foi mais a preguiça de lavar louça a falar do que a consciência ambiental - lembrei-me de experimentar bater as claras com um batedor manual que andava cá por casa, como se fazia antigamente (e sabiam que o recipiente deve ser de cobre não estanhado ou porcelana??? Eu não).

E não é que até correu bem? A partir daí tenho batido todas as claras por este processo e até já cometi a loucura de fazer um bolo de forma totalmente "artesanal"...

Devo frisar que tenho a capacidade, extremamente útil, de usar alternadamente as duas mãos - com igual competência - em inúmeras tarefas, o que faz com que não tenho sentido qualquer desconforto nos pulsos ou braços, como é suposto nas primeiras vezes... mas não desanimem, se não possuem esta bela habilidade, pensem nesta actividade como mais uma forma de exercício!

Agora só me falta construir um forno solar, para poder fazer bolos "energy free"...



parece que este é o ideal



uso um destes



para quem não aguentar o esforço físico...


9 comentários:

  1. Gostei mais da última opção! Meus braços são fraquinhos, iam chorar se eu tentasse com a versão normal. :P

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho um dos que mostraste na última fotografia, e posso-te dizer que se torna viciante. Por ser tão prático e rápido. Além de que nos faz lembrar os nossos avós nas aldeias a fazer os bolinhos para os netos. É uma boa opção, já que pode tornar uma tarefa para os mais pequenos e bem familiar :-D
    Tupilde! :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TopaseTupilde AdDP, por favor, podes-me dizer onde arranjaste o teu? é que tenho andado à procura e não encontro!!!

      Grata,
      Sónia

      Eliminar
    2. Ema, eu sei que preciso de exercitar os meus braços, mas prefiro a última opção mesmo.
      Pode ser que, quando começar a fazer yoga, mude de ideias, mas ainda assim prefiro não esperar! ;-P

      Eliminar
    3. Também deve ajudar a fortalecer os braços (a última opção)!

      Eliminar
  3. Desde que vi o filme Julie & Julia tenho procurado pela última opção que mostraste em todo o lado e ainda não encontrei!!! Sabes onde se vendem?
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  4. ui..serei eu que tenho maldade na cabeça..essa ultima imagem faz-me lembrara um filme com o Tom Hanks..solteiros e tarados..ehehe

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...