212 - Comprar pneus usados


Eu sei que este é um tema muito polémico (basta ver a quantidade de opiniões diversas em fóruns automóveis por essa internet fora) por isso esperei até poder falar com  - já o posso dizer - anos de experiência neste assunto, visto que quase desde o início deste desafio começámos a comprar pneus usados ao invés de novos.

Também gostaria de frisar que esta é a minha opinião, baseada na minha/nossa experiência (aliás, como sempre, mas hoje acho importante reforçar este facto).

Dito isto, nós estamos satisfeitos com a nossa escolha. Infelizmente o Zé Manel tem que fazer bastantes quilómetros quase todos os dias, pois ficou colocado longe de casa e o comboio nem sempre é opção.  Feitas as contas (num período de tempo igual ao período em que utilizávamos pneus novos) comprando pneus usados, gastamos menos dinheiro, não notamos diferença em termos de desempenho ou segurança e, muito importante, reduzimos o nosso impacto no ambiente, pois estamos a dar uma segunda hipótese a pneus que de outra forma iriam para o lixo (ainda que - como vou falar mais à frente - possam vir a ser reciclados. Mas isto continua a poder acontecer depois de passarem por nós...).

Há pneus recauchutados, reconstruídos (remold), semi-novos, usados, ... Posso estar errada, mas pelo que percebi o recauchutado é um pneu que só leva a banda de rodagem nova enquanto que, no caso de um pneu reconstruído, o exterior é todo novo, sobre o "esqueleto" do pneu antigo. Acho que aqui está uma boa explicação (embora haja quem distinga 3 tipos de "recuperação": recapados, recauchutados e remoldados). Penso que semi-novos e usados são a mesma coisa (mas corrijam-me se estiver errada), pneus que já foram usados mas ainda estão em bom estado (como, por exemplo, os pneus de um automóvel que sofreu um acidente e não tem recuperação. Mas os pneus não só não sofreram danos, como até tinham sido trocados há pouco tempo...)

Como disse no início, aparecem testemunhos para todos os gostos. Muitas pessoas a criticar e a rejeitar os recauchutados, os reconstruídos, os usados... A mim parece-me que as questões se prendem principalmente com o desempenho dos pneus quando conduzem a altas velocidades (ai, ai, ai)... Mas posso ter percebido mal... Por outro lado, há muitas pessoas a dizer que não sentiram diferenças entre os pneus recauchutados, ou os reconstruídos, ou os usados e os novos.

Enfim, é muito difícil chegar a uma conclusão baseada nos comentários que se encontram na net ("que novidade", dirão vocês...). No nosso caso temos toda a confiança em quem nos arranja os pneus, e acho que este é o melhor conselho que vos posso dar: encontrem um fornecedor de pneus em quem confiem... E não, não estou a ser irónica (nem inocente), já percebi - por comentários de amigos e conhecidos - que não é assim tão fácil. O máximo que posso fazer é dar-vos o contacto do nosso (se estiverem pelo Porto e arredores...)!

Entretanto, encontrei informação sobre pneus ecológicos e pensei que seriam feitos de materiais mais "simpáticos", mas são ecológicos devido à redução de emissões de CO2, economia de combustível, ... O que é óptimo também, claro, mas... E a notícia que refere a possível utilização de óleo de soja no fabrico de pneus, ao invés de petróleo, faz-me torcer o nariz, pois perdemos, a um ritmo assustador, áreas extensas de floresta tropical para plantações de soja, não se podendo considerar esta hipótese "simpática" para o ambiente, certo? É difícil, ao que parece, encontrar uma solução...

Para já vou continuar a "reusar" pneus e a aplaudir ideias como esta (portuguesa) de reciclar pneus para fabricar asfalto para a pavimentação de estradas, ou esta, de transformar pneus velhos em produtos substitutos da madeira (como, por exemplo, decks exteriores) além da mais conhecida em que a borracha dos pneus dá origem a pavimentos para recintos desportivos, infantis, ...

E, claro, não faltam ideias para reutilizar pneus...

aqui
aqui
aqui

e, muitas, muitas mais há, mas - às vezes - as mais simples são as melhores...


10 comentários:

  1. Nós desde sempre compramos pneus recauchutados e nunca tivemos problemas por causa disso. Pelo que me dou conta a durabilidade não é assim tão inferior e é uma excelente alternativa para lhes dar mais tempo de vida e uma opção bem mais económica.
    Aproveito agora para a felicitar pela inspiração que me tem dado. Foi após iniciar a leitura do seu blogue que eu criei também o meu.
    Das coisas que mais me fazem feliz e me dão um imenso prazer é reciclar e reutilizar objetos que estavam destinados ao lixo.
    Muitas felicidades para si e que as ideias e sugestões do seu blogue cheguem bem longe.

    P.S. o meu blogue é "omaravilhosoprazerdecriar.blogspot.com" com o título "O Meu Mundo Criativo"

    Lassalete Cunha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Lassalete, não só pelo testemunho positivo, mas pela alegria de saber que contribuí para algo que a faz feliz (e que ajuda a reduzir o lixo)!
      Parabéns pelo trabalhos apresentados no blog e continuação de bom trabalho!

      Eliminar
  2. O pneu recauchutado, é um pneu com a banda de rodagem muito mais rija do que um pneu normal, que não é flexível, não torce em curva, transmite o dobro ou o triplo de impactos /vibrações/pancadas para o chassis do automóvel(poupa-se no valor do pneu, mas desgasta-se outros materiais do veículo.....impossibilitando curvar com segurança em situações de stress, ou emergência, aumenta a distância de travagem, imaginem-se a correr com a bota da tropa mais rija que imaginarem, e comparem com um calçado maleável feito para correr..etc...etc...etc...etc...

    ResponderEliminar
  3. Eu só posso comprar pneus novos para meu carro. Meu marido me mara caso contrário. Ele morre de medo de eu enguiçar no meio da rua! rssss

    ResponderEliminar
  4. olá, descobri o teu blog hoje e estou a gostar muitas destas ideias é sempre bom tdar mos nova vida ao que ás vezes parece estar condenado e a reciclagem é(ou espero eu que seja) a revolução do nosso século... em relação aos pneus eu tenho um vaso espetacular que o comprei numa feirinha de artesanato em Faro, se não disesse lá que era feito de Pneus, eu não acreditava, chamou me á atenção o produto mas depois de o ver fiquei impressionada com o trabalho. segundo o senhor o pneu é virado ao contrário e fica lindissimo, tenho que colocar a foto no meu blog e já agora quando quiseres visita-me apesar de andar um cadinho com falta de tempo para estas lides, há de quando em vez novidades... jinhos e parabens pleo blog, vou levá-lo comigo

    ResponderEliminar
  5. Olá Alexandra!
    Obrigada pela atenção e carinho e, claro, pela partilha da ideia do vaso. Gostava de ver imagens. Vou procurar no teu blog!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Oi Ema, primeiramente parabéns pelo blog! Achei ele ontem pois estou procurando as mesmas coisas, ser ecológica. Porém sou engenheira e trabalho numa indústria automobilística. Fiz um curso de especialização e em uma as matérias "Dinâmica veicular" aprendi que pneus recauchutados e usados são perigosos, pois apenas a banda de fora é nova. O pneu como um todo tem fibras que garantem a sua sustentação e segurança. O pneu usado e recauchutado, essas fibras são velhas, pois é trocado somente a parte de fora, e podem ser rompidas mais facilmente. Gostaria de dar essa dica pois as vezes não compensa colocar a segurança da sua família em risco. Mais uma vez parabéns pelo blog, abraços!

    ResponderEliminar
  7. Pneus usados é asneira completa por uma questão de segurança. "ah e tal nunca tive problemas", os problemas surgem em situações extremas e basta uma para irmos deta para melhor, por isso, poupar em segurança NÂO

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...