7 de dezembro de 2009

37 - Desligar a arca congeladora

Esta era uma medida a tomar no próximo mês, e para tal já nos andávamos a preparar, esvaziando a arca, pouco a pouco. Mas devido a uma pequena distracção, a porta ficou entreaberta durante umas horas - é das verticais - e uma nova era do gelo chegou à nossa arca frigorífica.
E, já que tinha que ser desligada para descongelar (algo que deve ser feito pelo menos uma vez por ano), mais valia antecipar a decisão e mantê-la inactiva.
Ainda bem que já estava mais de metade vazia. Mesmo assim o Zé Manel comeu filetes de pescada em 3 refeições seguidas...
Pelo que li a arca congeladora é responsável por cerca de 11% do gasto energético de uma casa (e o frigorífico por cerca de 16,5%). A Câmara do Seixal tem uma página interessante para ajudar a perceber qual o melhor frigorífico e/ou arca, dependendo das famílias e hábitos, e estima os custos energéticos diários de cada tipo de equipamento.
Quando viemos morar para o apartamento começámos por deixar a arca desligada. Já não me lembro bem porquê, passados uns meses ligámo-la. E assim foi ficando. Não que compremos congelados, ou pelo menos é muito raro fazê-lo. Mas vamos congelando, quando cozinhamos, parte das sopas, lasanhas, guisados, para quando não temos tempo ou "apetite" para cozinhar. E também quando trazemos muito legumes frescos (tomates, pimentos, abóbora...) da safra da minha mãe e sabemos que não vamos dar cabo deles numa semana...
Bom, mas há outras maneiras de conservar os alimentos: o frigorífico tem um pequeno congelador (e somos só dois) e ele próprio também conserva as refeições (durante um bocadinho menos de tempo...); e este ano, por exemplo, transformámos montes de tomates em molhos e chutneys que se conservam meses no vácuo, em frascos! Além de que é mais saudável comer frescos, segundo li, pois no processo de congelação (industrial ou caseira) perdem-se sempre nutrientes. Mas se congelar legumes em casa deve primeiro branqueá-los. Aprendi eu agora.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário!
Nem sempre respondo aos comentários, visto este já não ser um blogue activo.
Se precisar de me contactar faça-o através do email awondrousday@gmail.com.
Obrigada e um boas mudanças verdinhas!