11 de abril de 2011

191 - Fazer sementeiras reutilizando materiais

Até há cerca de um ano a minha única experiência com sementes era a germinação, que tinha feito durante alguns anos (hábito que por essa altura retomei).

Depois semeei algumas árvores. E correu bem (temos um plátano a crescer na nossa varanda!!!)

Portanto quando decidi ter ervas aromáticas, fiz o que alguém que não percebe nada do assunto mas que acha que sabe faz: "atirei" as sementes para a terra e esperei que nascessem (regando-as, claro...).

Agora, um bocadinho mais sábia, já sei que nem sempre é assim tão simples (por isso é que algumas plantas não nasceram)...

Aprendi que é preciso fazer sementeiras, que algumas sementes/rebentos devem ficar em estufa, ou dentro de casa, que às vezes é preciso transplantar, mondar, ...

Há blogues, cheios de óptimas dicas, como o da Sílvia, há grupos para troca de experiências (e colocação de dúvidas), incluindo no facebook. E estou só a referir alguns. Claro que há livros, e estão sempre a acontecer oficinas, principalmente nas cidades, para quem se quer iniciar nas maravilhas da agricultura de subsistência. E eu tenho, à distância de um telefonema, a minha mãe, que se dedica, há já alguns anos, à agricultura biológica (para consumo familiar).

Assim desta vez já não tinha desculpa para não fazer tudo direitinho.

Há, à venda, caixas e caixinhas próprias para serem usadas como sementeiras, mas uma "bio-hortelã" (do substantivo hortelão...) - ainda que de varanda - que se preze, reutiliza recipientes para este fim, claro.

Aqui deixo ficar as minhas pequenas sementeiras e outras, encontradas por esse mundo virtual (e mais haverá). Quase tudo é válido, só é preciso um bocadinho de imaginação!

.
Usei caixas de ovos (depois desta utilização, podem ser colocadas na caixa de composto) e, como as sementeiras ficam no interior, usei as embalagens de esferovite (que apesar da minha resolução, ainda teimam em aparecer... às vezes) para proteger da humidade a madeira dos parapeitos das janelas.

Um truque que aprendi com a minha mãe (depois desta 1ª sementeira deste ano...): se não "tem mão" para semear - principalmente se as sementes são muito pequenas - misture-as com areia para que, ao despontarem, não fiquem tão juntas!



Se tiverem espaço podem usar caixas da fruta de madeira (na verdade cada vez mais difíceis de encontrar).


Podem reutilizar embalages de tetra brick...


... ou rolos de papel higiénico ou copinhos de papel de jornal (boas soluções para sementes maiores: uma em cada recicpiente), seguindo estas indicações...


...ou este esquema.


Usar garrafões de água para fazer mini estufas...



... ou embalagens de plástico para extra-mini estufas (cá por casa, "coisas" de plástico são raras!)





Até as embalagens finas de transportar fruta servem!



Esta é uma óptima ideia para a páscoa!


E, já agora, vejam (e assinem, se concordarem) a petição da campanha pelas sementes livres. Está a ser proposta, pela União Europeia, uma legislação para "restringir a livre reprodução e circulação de sementes". E podem participar nas jornadas, um pouco por todo o país, se quiserem saber mais sobre este assunto:

.

19 comentários:

  1. Alguns desses truques costumo usar... bem como copos de iogurte!

    ResponderEliminar
  2. O permacultura ning é também uma fonte muito grande de conhecimento neste sentido.
    A Sílvia sim, é uma mestra! :-D
    Olha, este ano usei (no caso de algumas plantitas que são muito frágeis no início das sementeiras) os garrafões de plástico (tenho o mesmo problema: não produzo esse resíduo, mas há sempre quem o faça - e os amigos servem também para isso ;-D)e resultam muito bem. Aqui no CEA, usei este ano a técnica dos rolos de papel higiénico. A vantagem em usar o papel é mesmo o que dizes, pode-se colocar no compostor ou mesmo na terra que vai decompor-se. Outra técnica que se usou foi as caixas de gelados dos cafés/gelatarias: servem de estufas e são fantásticas.Ora vê: http://oblogdotopas.blogspot.com/2011/04/o-estado-das-nossas-sementeiras.html
    Ah, este site também é muito bom: http://naturezaartehumana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. gostei muito desas ideias, eu não tenho grande "mão" para a sementeira, mas agora fiquei com vontade de tentar.

    ResponderEliminar
  4. Esta noite vi-te na televisão e adormeci a ouvir-te falar da compostagem, da luva para apanhar o lixo e de tudo o que eu já sabia que fazias... até acabei por sonhar com isso tudo...
    Eu também aproveito as embalagens do supermercado para fazer as minhas plantações de espargos, courgetes, manjericos etc.
    bj eugénia

    ResponderEliminar
  5. Tambem utilizo as diversas embalagens para semeadura. Faço compostagem e minhocultura. Aliás em meu blog tenho um projeto de minhocultura, que funciona mesmo.
    Parabens pelo Blog!!

    ResponderEliminar
  6. Ema, antes de mais tenho que a felicitar pelo excelente blog que criou... Ainda não o acabei de ler, mas tenho-o "devorado" como quem "devora" um livro! Tive conhecimento do seu blog através do programa Biosfera e fiquei logo interessada!!!
    Há alturas na vida em que uma pessoa sente, ou pelo menos devia sentir, um sentimento de mudança, que podemos e devemos fazer algo mais... eu desde alguns anos para cá, tenho vindo a sentir cada vez mais esse sentimento de mudança!! Acho que se todos reduzissemos a nossa pegada ecológica seríamos e viveríamos muito mais felizes!!!:D

    Mais uma vez PARABÉNS plo excelente blog!!! :D

    ResponderEliminar
  7. Que lindas essas sementeiras. Que ideia sustentável e de bom gosto.

    Abraços, fiquei feliz por você ter voltado.

    Elaine

    ResponderEliminar
  8. Muito boas estas ideias! Óptimas para quem não tem quintal e mora num apartamento!

    Bom fim de semana*

    ResponderEliminar
  9. Muito prático, ecologico...amei as dicas!!!

    Lindo Dia!
    Paz e Luz!!

    ResponderEliminar
  10. Dei-te um pequeno presente visita em:
    http://lilianacristina.wordpress.com/2011/04/26/sunshine-award-2011/
    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Ema, bem-vinda de volta! Este post está excelente, cheio de dicas boas. Por acaso, já me tinha perguntado o que andaria eu a fazer mal na minha horta de parapeito... Só a salsa e os coentros se dão. Mas ando muito contente com um feijoeiro que plantei seguindo a técnica do algodão húmido, como fazíamos dantes na escola.
    Mas, ao visitar o link para o blog da Sílvia, deu-me "blog não encontrado". Podes confirmar o site? Obrigada e boas plantações!

    ResponderEliminar
  12. Obrigada a todos pela vossa presença por aqui e pelas vossas partilhas!
    Boas sementeiras...

    ResponderEliminar
  13. Olá Mónia!
    Obrigada!
    Pois é, erros de novatas... ainda agora fiz outro: muitas sementes para pouco espaço... enfim!
    Carreguei em Sílvia e fui para o blog dela, de qualquer maneira aqui fica o link: http://dasementearvore.blogspot.com/
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  14. Olá. Sou Maria Helena Gamito e vou começar a aventura de semear e plantar. Preciso de ajudas como a deste blog. Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda Maria Helena! Tudo o que eu puder ajudar, é só perguntar. Neste post
      http://365coisasquepossofazer.blogspot.pt/2011/05/195-ter-uma-horta-na-varanda.html
      tem links para outros blogs muito bons.
      Boa semana!

      Eliminar

Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário!
Nem sempre respondo aos comentários, visto este já não ser um blogue activo.
Se precisar de me contactar faça-o através do email awondrousday@gmail.com.
Obrigada e um boas mudanças verdinhas!