142 - Quando regar as plantas, usar a água dos "pratos" (em excesso) para regar outras plantas


Tenho reparado que cada um de nós, os - felizmente cada vez mais - "maluquinhos" que se preocupam com o seu impacto no planeta, tem uma "causa do coração", como lhe chamo. Dentro da defesa do meio ambiente, há aquele "departamento" que faz vibrar mais forte uma corda cá dentro... Eu sei, eu sei: está tudo interligado! Mas vejam se não é assim convosco. Pode ser a defesa dos animais, como a minha amiga Zita, o uso dos transportes públicos, a poupança energética, ou, no meu caso, a ÁGUA: doce, salgada, tudo o que se relacionar com "prejudicar" as águas do nosso Planeta provocam-me arrepios nada agradáveis, desde alguém a deixar uma torneira aberta, ou a "regar" o carro, até imagens de poluição dos mares ou de matanças de golfinhos.

para quando vamos de férias, reutilizando garrafas de Pet


Assim já antes deste desafio tinhamos tomado o que considero as medidas básicas para diminuir o gasto deste bem mais que precioso:

- Ter atenção ao consumo de água (medida que vem sempre nas "listas de coisas a fazer para ajudar o ambiente" e que é tão genérica como "reciclar...")
- "Regar as plantas com a água do banho e de lavar a roupa". É mais com a água de lavar e cozinhar os legumes. A água do banho e de lavar algumas peças de roupa à mão vai para o autoclismo;
- Instalar um tijolo ou uma garrafa de água dentro do autoclismo (uma garrafa grande);
- Tomar duches rápidos;
- Só fazer programas longos (na máquina de lavar roupa) quando é relamente necessário;
- Lavar os dentes e fazer a barba (no caso do Zé Manel...) com a torneira fechada;
- E, apesar de a razão inicial não ter sido esta, a verdade é que ser vegetariano (só eu...) também reduz os gastos de água (para produzir 1kg de vegetais gasta-se, qualquer coisa como, 150 vezes menos água do que para produzir 1kg de carne).


solução para reutilizar as águas da chuva


Entretanto, desde Novembro, temos implementado novas medidas não só para reduzirmos ainda mais o gasto de água cá por casa e mas também para a poluirmos menos (e outras estão na lista de espera, como, por exemplo, substituir o chuveiro):

- utilizar detergentes sem fosfatos e outros químicos poluentes e encontrar soluções mais naturais para as limpezas (para o chão, para lavar a louça, para lavar e amaciar a roupa e também para as nódoas e para branquear);
- optimizar a lavagem à mão da louça, enquanto não temos uma cozinha com máquina, colocando também um economizador na torneira e até usando menos utensílios, copos, ...;
- lavar os dentes apenas com um copo de água (ou menos!);
- e até cortar o cabelo (acreditem, poupo muita água)!


dispositivo para extrair água do ar ambiente

Chega a um ponto (este...) em que se torna um vício, tentar encontrar novas maneiras de "prejudicar" menos a água.

funil para recolher as águas da chuva

Foi por isso que, num dia destes, ao regar as plantas da varanda, me lembrei de reutilizar a água recolhida nos pratos por debaixo dos vasos para regar outros vasos! Simples, melhor para as plantas porque segundo me disseram não se deve deixar ficar a tal água nos pratos (pode contribuir para apodrecer as raízes).

Também aprendi que se deve regar sempre cedinho pela manhã e não à noite (normalmente nas dicas ecológicas refere "regar de manhã cedo ou à noite") porque - à noite - aumenta o risco de proliferação de fungos.


23 comentários:

  1. Em casa sou apelidada de obcecada pelas regras ecológicas e revejo-me em muitas das suas experiências; não tenho é essa forma divertida e prática de me expessar com os demais. Ao lê-la parece que estou a ouvir os meus discursos interiores e ideias. A verdade é que sem experimentar não sabemos se resulta.
    Vou continuar a visitar o seu espaço, que considero muito valoroso.
    Muito sucesso nas suas experiências (para que eu também possa usufruir delas, pondo-as em prática).
    Muitas destas coisas são como o "Ovo de Colombo": Tão fáceis de concretizar, depois de alguém se lembrar delas e as divulgar. :))

    ResponderEliminar
  2. Ema, esclarece-me, por favor - a água de lavar a louça, quando não é com sabão ou detergente ecológico, pode serusada para regar as plantas? Não é "tóxica" para elas?
    Obgda, bjinho e boa Páscoa!
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Pois é Carmo, tenho-me apercebido que nos esquecemos das coisas mais simples.
    Obrigada pelo carinho e apoio!
    E se tiver eco-ideias diga, ainda me faltam umas quantas até às 365...

    ResponderEliminar
  4. Maria, eu não acho que faça muito bem (opinião de leiga, claro), porque os componentes dos detergentes não ecológicos não são nada saudáveis.
    O que eu sei é que as águas cinzentas (das lavagens) podem ser tratadas com plantas específicas (são estações de tratamento naturais) para depois poderem ser reutilizadas, aí sim para, por exemplo, regar. Mas aí terias que instalar uma dessas estações...
    Mas se calhar estou errada e as plantas dos vasos até aguentam...
    Pelo sim, pelo não, sabes o que podes fazer com essa água? Encher o autoclismo.
    Boa Páscoa para ti!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá, Ema!
    As sugestões são óptimas e já implementei algumas cá em casa. Mas já ouvi dizer que colocar 1 tijolo no autoclismo não é aconselhável porque o barro do mesmo vai lentamente desfazendo-se, podendo prejudicar as canalizações. Não sei se é verdade, mas aconselham a substitui-lo por 1 garrafa de plástico cheia.
    Boa Páscoa!
    Clara Pereira

    ResponderEliminar
  6. Não sei se no seu blog já foi referido, mas tenho um desumidificador (por necessidade mesmo) e reutilizo toda a água no ferro de passar a roupa, assim não necessito de comprar água destilada, nem de usar água da torneira que contem calcário e por vezes estraga os ferros :).

    ResponderEliminar
  7. Olá :D Adoro este blogue! Espero que não se importe que eu o publicite no http://gr-school.blogspot.com/ :D Parabéns!

    ResponderEliminar
  8. Parabéns pelo fantastico blog....nada como o facebook para de vez em quando fazer agradaveis descobertas. Também tento estar atenta ao nosso planeta e opto sempre por soluções ecológicas desde q n desmesuradamente dispendiosas. Li um dos post sobre o detergente para a louça ECOVER q já uso há uns anitos. Optei por comprar n a embalagem pequena de 1L mas a de 5L e vou reutilizando a pequena para encher sempre q chega ao fim. Poupo dinheiro e embalagens desnecessarias. Agora vou ter que cortar na lixivia e afins para tirar nódoas.
    Obrigada ! e continue ....

    ResponderEliminar
  9. Olá Clara!
    Obrigada pela informação, faz sentido...
    Eu tenho uma grande garrafa de plástico!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  10. Olá Celina!
    Obrigada pelo carinho.
    Claro que não me importo! Quantas mais pessoas tiverem acesso a opções sustentáveis, melhor!

    ResponderEliminar
  11. Olá Sandra!
    Obrigada pelo apoio e força!
    Este fim-de-semana li, na proteste, que o detergente para a roupa da l'arbre vert (vende-se no jumbo e, penso que também, no intermerché) é bem melhor do que o da ecover, que também tenho usado...
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  12. Ola Ema. Só uma pergunta sobre a organização do blogue. São escritos posts todos os dias sobre cada nova acção? Miguel Continuação de enorme força até ao fim!

    ResponderEliminar
  13. Olá Miguel.
    Sim, são escritos posts todos dias sobre cada medida tomada.
    Com estive sem internet durante 15 dias, tenho agora muito que pôr em dia...
    Obrigada pelo apoio!

    ResponderEliminar
  14. Olá
    sabes quais as plantas que alteral a composição dos detergentes? Acho que tenho uma larangeira que se alimenta de um sitio para onde vai a água das lavagens e está ok mas haverá maneira de melhorar?

    ResponderEliminar
  15. Olá Carla, não percebi a pergunta. Procuras plantas que limpem a água? É isso?

    ResponderEliminar
  16. Olá e obrigada pela tua resposta

    Sim, plantas que transformem a água suja de detergentes (por exemplo o tide da máquina da roupa) em água que possa ser usada para regar... isto porque li que essa água não se pode usar mas que há umas algas ou plantas que são capazes de transformar a água suja de detergentes em água que pode ser aproveitada para regar.

    Por acaso sabes quais são essas plantas e se estão disponíveis no mercado?

    A casa onde moro, é uma pequena quinta (que compranos em 2010 e estamos a transformar). Tem fossas directamente cavadas na terra, em 1950 era assim que se faziam os esgotos... a água das máquinas de lavar vai para essas fossas e tenho por exemplo uma laranjeira, bastante saudável, que usa essa água da fossa sem problemas e mesmo as laranjas são usadas para sumo sem problemas.

    A razão da minha dúvida é porque gostaria de usar a água suja das máquinas para rega, é um desperdício a todos os níveis mas e se for perigoso?

    Comprei agora uma fossa de filtro que transforma e aproveita a água das casa de banho para a rega de um pomar que estou a construir mas a questão dos detergentes e da sua eventual perigosidade mantém-se e queria formas de poder minimizar, contornar essa questão.

    ResponderEliminar
  17. Bem, se fosse eu, a primeira coisa que fazia era utilizar apenas detergentes e produtos de limpeza biodegradáveis e naturais. Aliás já o faço, alguns comprados, outros feitos por mim.
    O que achas desta hipótese?
    Na faculdade cheguei a estudar sistemas desses na disciplina de arquitectura paisagística, inspirados no trabalho de rudolf steiner: eram várias lagos interligados, a água ia passando por ecossistemas diferentes em cada um deles e no final estava limpa! Mas já nem sei onde poderá andar essa informação...
    aqui (http://www.suite101.com/content/marsh-plants-that-clean-grey-water-a114854) dão exemplos de algumas plantas que limpam a água.
    Espero que consigas encontrar uma solução bem sustentável!

    ResponderEliminar
  18. Patchwork, costura criativa, gosto de fazer aproveitando retalhos, é uma forma de dar novos usos as coisas, amei o seu blog tem muito a ver comigo, parabéns por tanto zelo com a natureza, um abraço Edileny Gomes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Edileny!
      E seja bem vinda.
      Boa semana, cheia de ideias criativas.

      Eliminar
  19. Olá Ema! Antes de mais parabéns pelo seu bolg! É a minha primeira vez por aqui e gostei muito! Precisamos de mais amantes do planeta!

    As fotografias que nos mostrou são muito interessantes, tanto o sistema de recolha de água como os adaptadores para recolha em garrafas PET. Não conhecia!

    Tenho a sorte de ter um reservatório de água no subsolo e consigo guardar as águas da chuva de inverno para regar o jardim no verão. Era bom que os construtores se lembrassem deste extra quando fazem casas com jardim...

    Também uso as PET como a Ema mas no meu caso é nas plantas de exterior. Ajuda a fazer a manter a humidade das plantas mais sensíveis ao calor durante as fases mais quentes do ano.

    Só queria deixar uma palavra de recomendação quanto ao seu conselho de reaproveitamenta da água dos pratos das plantas. Existem doenças das plantas que podem passar pela terra (infecções por pragas animais e fungos por exemplo) e serem transmitidas pela água dos pratos. Basta que estejamos atentos às nossas plantas e aos primeiros sintomas por forma a impedir uma propagação.

    E que tal a ideia de aproveitar a água do banho que escorre antes de aquecer? Serve perfeitamente para as plantas e lavagem de louça por exemplo.

    Já que falo em banho também aproveito essas águas para encher os depósitos dos autocolismos (são dois, muita água!). As águas dos nossos banhos não são assim tão sujas e servem perfeitamente para o efeito.

    Obrigada pelas suas informações tão úteis Ema. Força! Vou continuar por aqui e aprender mais uma ou duas coisas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tai, pelo carinho, companhia, pela partilha da suas experiências e pelas dicas!
      Quanto à água do banho é algo que já fazia antes deste desafio e blog, daí nunca ter sido falado, mas pode ver aqui na lista do que já faço:
      http://365coisasquepossofazer.blogspot.pt/p/a-lista.html
      Boa semana!

      Eliminar
  20. amei essas ideias me ajudou mto pra escolha do projeto da feira de ciencias obg Ema

    ResponderEliminar
  21. uso agua de sabão de toda casa diretamente nas plantas, fas um ano, com as plantas estar tudo bem,
    uso nas plantas ornamentais e fruteiras

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...